Terça-feira
17 de Maio de 2022 - 
ADVOCACIA HOLISTICA - DIREITO HOLISTICO
CONFIANÇA E CREDIBILIDADE FAZ A DIFERENÇA
ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA - TRABALHISTA - CÍVEL - SERVIDOR PUBLICO
APOSENTADORIAS - REVISÕES - PENSÕES

CONTROLE DE PROCESSOS

Caro Cliente, cadastre seu e-mail, e acompanhe seu processo. DJALMA LEANDRO

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

NOTICIAS

Newsletter

Favor cadastrar-se informando seu e-mail, para contatos, sugestões e criticas.

PREVISÃO DO TEMPO

Hoje - Serra Talhada, PE

Máx
34ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Hoje - Curitiba, PR

Máx
13ºC
Min
4ºC
Predomínio de

Hoje - Barra do Garças,...

Máx
29ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Hoje - Recife, PE

Máx
31ºC
Min
25ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Itapema, SC

Máx
20ºC
Min
10ºC
Predomínio de

Hoje - Boa Vista, RR

Máx
30ºC
Min
24ºC
Chuva

Hoje - Salgueiro, PE

Máx
34ºC
Min
24ºC
Predomínio de

Hoje - Aracaju, SE

Máx
31ºC
Min
25ºC
Predomínio de

Hoje - Abaré, BA

Máx
34ºC
Min
25ºC
Predomínio de

Hoje - Manaus, AM

Máx
30ºC
Min
25ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Blumenau, SC

Máx
17ºC
Min
10ºC
Predomínio de

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
25ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Salvador, BA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Predomínio de

COTAÇÃO DA BOLSA DE VALORES

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

COTAÇÃO MONETÁRIA

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,07 5,07
EURO 5,28 5,28
IENE 0,04 0,04
LIBRA ES ... 6,22 6,22
PESO (CHI) 0,01 0,01
PESO (COL) 0,00 0,00
PESO (URU) 0,12 0,12
SOL NOVO 1,34 1,34

ENDEREÇOS

DJALMA LEANDRO SOCIEDADE ADVOCACIA

RUA FREDERICO SIMÕES 85 EDF. SIMONSEN SALA 509
CAMINHO DAS ARVORES
CEP: 41820-774
SALVADOR / BA
+55 (71) 32432992

RIO DE JANEIRO/RJ

Rua Silva Cardoso 521 Torre A sala 521
Bangu
CEP: 21810-031
Rio de Janeiro / RJ

DECISÃO: Não é possível o desconto por empresa do crédito pago à alíquota de 1% a título de adicional da Cofins-importação sobre a receita bruta na redação dada pela Lei 13.137/2015

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu que não é possível o desconto, pela empresa impetrante, do crédito integral pago à alíquota de 1% paga a título de adicional da Cofins-Importação na apuração pelo regime não cumulativo da Cofins mensal incidente sobre a receita bruta, enquanto persistir a redação dada pela Lei 13.137/2015 ao § 1º-A do artigo 15 da Lei 10.865/2004, bem como seu direito de aproveitar os créditos de 1% do adicional da Cofins-importação, não utilizados dentro do prazo prescricional. O posicionamento foi no julgamento de apelação interposta por uma empresa automotiva, contra sentença que negou seu pedido para reconhecer o direito ao recebimento dos valores pagos. Entre os argumentos, alegou que a vedação ao creditamento da referida majoração afronta o princípio da não-cumulatividade. Ao analisar a questão, o relator da apelação, desembargador federal Hercules Fajoses, ressaltou que o Supremo Tribunal Federal (STF) ao julgar o Tema 1.047 em sede de repercussão geral, “reconheceu a constitucionalidade da majoração da alíquota da Cofins-importação prevista no art. 8º, § 21, da Lei 10.865/2004, bem como a vedação ao creditamento da alíquota respectiva, afastada a ofensa ao princípio da não cumulatividade”. Para a Corte Suprema, afirmou o relator, o adicional é constitucional e a proibição do aproveitamento dos valores pagos respeita o princípio constitucional da não cumulatividade. “Logo, a sentença recorrida não merece reforma”, concluiu. A 7ª Turma do TRF1, por unanimidade, negou provimento à apelação, nos termos do voto do relator. Processo 1001194-94.2016.4.01.3200 Data do julgamento: 26/10/2021 Data da publicação: 08/11/2021 PG Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região    
19/01/2022 (00:00)
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
VISITAS NO SITE:  8313473